Precauções contra o cyberbullying

Precauções
Cuidado com a privacidade
Assim como fora do mundo virtual, dentro dele, os cuidados com exposição pessoal devem ser uma constante e a prudência estar sempre em pauta. A divulgação de telefones, emails e endereço deve ser o máximo possível evitado, assim como a exposição de fotos e vídeos pessoais. Não é bom se expor demais na Internet porque nem todo ambiente virtual é seguro.  A exposição eleva as chances de se tornar  alvo de ofensas e ameaças, sem mencionar o número de fraudes virtuais que  cresce todos os dias.
Em redes sociais, evite divulgar fotografias ou vídeos seus e de sua família, ou se divulgar, que seja apenas para pessoas nas quais confia. Use os filtros de privacidade.

Atitudes  que os educadores (pais e professores) devem assumir:

Os pais e educadores têm enorme responsabilidade na luta para diminuir os números do cyberbullying  entre os jovens. A amizade e a lealdade devem ser incentivadas, focando o fortalecimento dos laços e incentivando a tolerância com as diferenças. O ambiente familiar e escolar deve ser equilibrado. Autoritarismo deve ser evitado e os limites devem ser estabelecidos e justificados. Além disso, estar sempre atento as mudanças de comportamento e, tanto quanto possível, manter os computadores em ambientes coletivos. Importa dizer que é extremamente necessário que os pais e educadores se atualizem nos assuntos cibernéticos dos jovens, para compreender o que se passa no dia a dia.
AULAS DE INFORMÁTICA – Devem ser dinamizadas.
Uma vez que a maioria das escolas possui tais aulas, porque não utilizar este espaço para ensinar valores?

Use as aulas para ensinar os perigos de fornecer dados pessoais na internet  para evitar o roubo de identidade ou o mau uso. Deixe claro que compartilhar fotos ou imagens possibilita oportunidade de cópias e manipulação.
Ensine a evitar brincadeiras maldosas, pois às vezes o jovem não tem noção da dimensão e do peso das palavras e brincadeiras, e o que consideram brincadeiras  inocentes podem ter graves conseqüências.

Em casos de ofensas recebidas, ensine-os a guardar as mensagens, trocar senhas ou contas de e-mail. Essa prática coíbe o mau uso das informações. Tudo é válido para se proteger. ESTAMOS como EM GUERRA. Muito importante: Instale programas protetores e que podem ser baixados da internet gratuitamente.

(artigo de autoria da Dra Dilma Resende – especialista em direito digital – www.direitoweb.com.br)

Related Posts

0 comments

Leave your reply

*" value="" aria-required='true' />
*" value="" aria-required='true' />